MOBILIDADE PENDULAR NA REGIÃO METROPOLITANA DE RECIFE (RMR)

Autores

  • Joao Gomes da Silva
  • Silvana Nunes de Queiroz

Resumo

Estudos sobre os deslocamentos cotidianos para trabalho e/ou estudo são incipientes na literatura brasileira, notadamente quando se refere a pendularidade na Região Metropolitana de Recife (RMR). Assim, este artigo se propõe analisar as caracterí­sticas da mobilidade pendular entre os quatorzes municí­pios da Região Metropolitana de Recife, no ano de 2010. Para tanto, os microdados da amostra do Censo Demográfico 2010 são a principal fonte de informações. Os principais resultados mostram que na RMR, os municí­pios de Recife, Olinda e Jaboatão são os responsáveis pelos maiores volumes de pessoas que circulam cotidianamente nessa área metropolitana. Isso se deve a proximidade geográfica entre essas e a concentração de investimentos.

Downloads

Publicado

06.04.2019

Como Citar

Silva, J. G. da, & Queiroz, S. N. de. (2019). MOBILIDADE PENDULAR NA REGIÃO METROPOLITANA DE RECIFE (RMR). Latin American Journal of Business Management, 9(2). Recuperado de https://www.lajbm.com.br/index.php/journal/article/view/510

Edição

Seção

Artigos